NOTÍCIAS

05/10/2017

7 HOME OFFICES PEQUENOS E PRÁTICOS

 

1° FOTO. Mesa para dois

Compartilhado pelo casal, este espaço oferece uma bancada sob medida (Marcenaria Portal da Madeira) e duas cadeiras de policarbonato (DKR. Le Design, R$ 520 cada). A cereja do bolo é a parede de cobogós (Recife, da Cerâmica del Favero, de 27 x 27 cm. Euroville, R$ 74,42 cada), que ganhou uma moldura de MDF laqueada de branco. Projeto do escritório Sesso & Dalanezi, de São Paulo.

2° FOTO. Vida moderna.

O estilo industrial urbano pautou as escolhas desta área de trabalho conjugada à cozinha de uma residência paulistana. O arquiteto Fabio Marins teve como ponto de partida o desenho de uma bancada (Marcenaria E. Anísio), executada com chapas de compensado revestidas de laminado melamínico preto fosco, seguindo a linguagem do cômodo vizinho. As cadeiras amarelas (Eiffel. Open Box2, R$ 120 cada) entram para alegrar a composição.

3° FOTO. Bancada multiúso

Neste quarto de uma jovem paulistana, a prioridade foi aproveitar ao máximo a área disponível: o móvel desenhado pela arquiteta Anna Parisi serve tanto para estudar e usar o computador quanto para que a moradora possa se arrumar e maquiar – razão pela qual inclui, além de um mural e prateleiras para livros, um espelho. Os gaveteiros com rodízios (Rollings. Tok&Stok, R$ 599,50 cada) colaboram com a organização.

4° FOTO. Estímulo ao estudo

O visual deste dormitório concebido pela arquiteta Andrea Pontes, de São Paulo, foi trabalhado com o objetivo de turbinar a motivação para estudar de seu morador adolescente. A parede com efeito de lousa exibe uma frase inspiradora escrita à mão com tinta acrílica (Na Lousa, R$ 850). Destaque para o uso da marcenaria e os detalhes em amarelo, que remetem à energia (MDF com laminado alto brilho no padrão Citrino, da Duratex).

5° FOTO. Charme discreto

Um cantinho da sala de estar virou home office neste apartamento em São Caetano do Sul, SP. “A sacada foi criar um aparador para ocultar as costas do sofá, e usá-lo como base para a escrivaninha, formada por um tampo de vidro e um cavalete”, detalha a arquiteta Carol Vilela, autora do projeto. A cadeira de policarbonato fumê e a luminária divertida (Lar Deco, R$ 462,55) são os xodós dos donos do pedaço.

6° FOTO. Feito sob medida

O cômodo estreitinho foi bem aproveitado com a marcenaria desenhada pela arquiteta Marcy Ricciardi, de São Bernardo do Campo, SP (execução da Criare). Além da confortável bancada (2,10 x 0,50 x 0,75 m), há espaço para o morador, um empresário, guardar todo seu material em armários com portas espelhadas bronze. Tomando as duas paredes maiores com o mobiliário, Marcy conquistou uma excelente área central de circulação.

7° FOTO. Tons em harmonia

O antigo quarto de serviço agora cumpre a função de home office neste apê paulistano reformado pela arquiteta Adriana Fontana. Fechar a porta que dava para a lavanderia e abri-la voltada para a sala foi o primeiro passo. Em seguida, a marcenaria definiu o uso do espaço. O mix de elementos amadeirados com itens de tonalidade azul-tiffany comparece no mobiliário e na cadeira de escritório (Donna. Fernando Jaeger, R$ 1 624).

Matéria publicada por Minha Casa em 02 de outubro de 2017

7 HOME OFFICES PEQUENOS E PRÁTICOS 7 HOME OFFICES PEQUENOS E PRÁTICOS 7 HOME OFFICES PEQUENOS E PRÁTICOS 7 HOME OFFICES PEQUENOS E PRÁTICOS 7 HOME OFFICES PEQUENOS E PRÁTICOS 7 HOME OFFICES PEQUENOS E PRÁTICOS 7 HOME OFFICES PEQUENOS E PRÁTICOS

+voltar